Como funciona?

 A matriz utilizada nesse tipo de exame é a queratina (cabelos ou pelos), o que possibilita detectar o uso de drogas de abuso até 6 meses antes da data da coleta. Isso se deve ao fato de que ao fazer uso de uma droga, a mesma começa a circular na corrente sanguínea do indivíduo e vai sendo incorporada ao cabelo ou ao pelo que está sendo formado no folículo piloso. O pelo e o cabelo oferecem um ambiente extremamente protetor para essa droga, não sofrendo nenhum processo de degradação, seja por luz, Sol ou produto químico.

Ao coletar uma amostra de pelo ou cabelo, promove-se um processo de extração da droga de abuso dessa amostra, e é possível detectar a presença da substância, o seu tipo e a sua concentração. Dependendo do tamanho do cabelo conseguido na amostra, determinamos a janela de tempo em que a droga foi utilizada. A razão para isso se deve ao fato de que um fio de cabelo cresce 1cm a cada mês, ou seja, uma amostra de 3cm vai conferir uma janela de tempo de 90 dias, que é a janela exigida para o exame toxicológico da CNH, por exemplo.

Quais são as drogas mais comumente encontradas nesse exame?

– Cocaína;

– Maconha;

– Anfetaminas;

– Metanfetaminas;

– Opiáceos;