Com o objetivo de prevenir e reduzir os números de suicídio no Brasil, a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina – CFM, organizam nacionalmente o Setembro Amarelo.

O intuito dessa campanha é trazer luz à questões relevantes, como saúde mental, já que cerca de 96,8% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais como depressão e o transtorno bipolar, por exemplo. São registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 01 milhão no mundo.

É muito importante procurar ajuda adequada de profissionais como psiquiatras caso pensamentos, sentimentos ou comportamentos comecem a incomodar. Com tratamento adequado, a qualidade de vida de uma pessoa que esteja enfrentando essas questões pode melhorar muito.

Alguns fatores relacionados a vida dessa pessoa podem atuar como proteção para o suicídio, tais como:

  • Ausência de doença mental
  • Autoestima elevada
  • Bom suporte familiar
  • Laços sociais bem estabelecidos com amigos e familiares
  • Relação terapêutica positiva
  • Senso de responsabilidade com a família

Para saber mais sobre a campanha e quais as melhores práticas para tratar desse tema acesse www.setembroamarelo.com/